Para reflexão:

“A arquitetura não nos proporciona apenas refugio físico, mas também psicológico. Atua como guardiã de nossa identidade: decoramos nosso lar com objetos e mobiliários que trazem à memória momentos de nossas vidas que nos fazem lembrar quem somos. A casa em si não possui soluções para os problemas que afligem seus moradores, mas seus aposentos evidenciam uma felicidade à qual a arquitetura deu a sua contribuição característica. Contudo, não foram poucas as dúvidas que surgiram a respeito da seriedade do assunto, o seu valor moral e o seu custo – a preocupação com a arquitetura nunca esteve livre de julgamentos e desconfiança.” (ALAIN DE BOTTON, Arquitetura da felicidade).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s